Pages Menu
TwitterFacebook
Categories Menu

Postado por em 6 dez 2012 | 0 comentário(s)

2012 !!! Termine Forte !

2012 !!! Termine Forte !

 

Olá,

Ontem sentei no avião para voltar para casa depois de 14 dias fora, viajando. Foram cinco palestras, um workshop e dois dias de reunião de planejamento estratégico com clientes da consultoria.

Aproveitando todas as milhas que acumulei, fiz o upgrade para a classe executiva e, ao chegar, fui recebido pela aeromoça oferecendo champagne, como é praxe. Eu nunca aceito, mas desta vez pensei “por que não?” Fiz um brinde à vida, ao fato de estar com saúde e minha família também, ao trabalho bem realizado e tomei minha taça. Relaxei, coloquei música e tranquilamente ‘curti’ aquele momento. “O ano acabou, basicamente”, pensei. E como foi um bom ano, relaxei e me dei os parabéns.

Comecei a ler então uma revista de bordo que citava uma luta memorável de Joe Louis, lenda do boxe, contra Billy Conn. O resumo dessa luta, que é até hoje considerado pelos conhecedores do boxe como uma das maiores de toda a história, é a seguinte: Joe Louis, campeão mundial, no ápice da sua forma e da sua técnica, estava levando uma surra memorável de Conn.

A plateia olhava surpresa, os narradores (rádio, na época) estavam surpresos, até Louis parecia perdido e surpreso. E Conn aproveitando para bater ainda mais.

Conn tinha a luta ganha. Havia vencido todos os 12 rounds até ali. Era rápido, esperto, estava motivado. E batendo para valer. Louis, já cansado e sem recursos, esperava um milagre (ou uma oportunidade). Mas seu tempo estava acabando, suas forças também.
Até que aconteceu: no final do 13º round, Louis encaixou um upper de direita no queixo de Conn, que tombou e caiu já desacordado antes mesmo de tocar o chão.

Louis estava tão cansado que mal conseguia levantar os braços para comemorar. A plateia não acreditava na reviravolta, todo mundo em pé aplaudindo. E Louis provou por que era um campeão.

Ao ser entrevistado depois da luta, ele comentou: “Não acabou enquanto, não acabou”. E eu, que acabava de ter tomado champagne comemorando, fechei a revista e pensei: “Uau! Acabei de ser nocauteado!”

Aquela matéria foi como um tapa na cara. Fechei a revista, fiquei uns 15 minutos olhando para o teto, pensando naquilo, tirei o computador da mala e resolvi escrever para você, que me acompanha todas as semanas.

Enquanto não acabou, não acabou. Esse é o pensamento de um vencedor e de uma vencedora.

Ainda temos dezembro inteiro pela frente. Um mês inteiro para vender mais, atender melhor os clientes, ganhar dinheiro, realizar nossa missão. Temos dezembro inteiro para fechar com chave de ouro 2012.

– Se o ano de 2012 foi um ano excelente, termine forte, com chave de ouro nesta reta final. Afinal de contas, quer melhor maneira para comemorar um ano excelente do que terminar vendendo ainda mais?

– Se foi um ano mais ou menos, termine forte, para melhorar seus resultados e terminar 2012 supermotivado, para entrar forte em 2013. Hora de colocar as dificuldades de lado, repensar os planos que não deram certo (ou que, de verdade, você não colocou em prática), e dedicar-se 100% a vender melhor.

– Se foi um ano daqueles para esquecer, daqueles que você torce para acabar logo, termine forte 2012 para mostrar quem manda. Para mostrar que você controla seu destino e seus resultados. Para aquecer as turbinas e já entrar em 2013 voando baixo. Não se engane achando que precisa esperar Janeiro para melhorar, ou Júpiter entrar na casa de Touro, dançando com a Lua nos anéis de Saturno para que você saia finalmente do deserto. O que você precisa é fazer MAIS coisas, de maneira MAIS INTELIGENTE. E a hora certa de fazer isso é AGORA, não amanhã e muito menos em Janeiro.

Seja qual for a sua situação, termine 2012 FORTE. Campeões não tiram o pé no final, não perdem o foco no final, não começam a comemorar antes de acabar. Campeões terminam FORTES. E depois que acaba abrem o champagne. Mas só depois de acabar, e 2012 ainda não acabou.

Esse é meu desafio para você nesta semana: vamos levar Dezembro muito a sério? Vamos trabalhar como loucos, porque adoramos o que fazemos, por que amamos vender, por que podemos atender com excelência muitos clientes e ainda ganhar dinheiro com isso?

Vamos terminar FORTES! Não é hora de enfraquecer, de lembrar como o ano foi comprido, como estamos cansados. Esse é o foco dos perdedores.

O foco dos vencedores é na parte boa: está acabando, falta só um pouquinho, com certeza vai dar.

Agora é a hora que separa os homens dos meninos, as mulheres das meninas. Enquanto não acabou, não acabou. Esse é o pensamento de um vencedor e de uma vencedora.

Então arrebente de vender em Dezembro (e depois comemore, porque você merece – e é maravilhoso comemorar!).

Abraço e boas vendas,
Raúl Candeloro

Fonte: E-zine Vendamais! – www.editoraquantum.com.br

Ricardo Santis

Gerente de Desenvolvimento de Negócios – Panasonic Toughbook

Email: ricardo.santis@scansource.com.br

 

Escrever uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE