Pages Menu
TwitterFacebook
Categories Menu

Postado por em 10 jul 2013 | 0 comentário(s)

Liderança agregadora

Liderança agregadora

O que realmente faz a diferença para que uma equipe seja eficaz? São vários fatores que respondem a essa pergunta, mas, de acordo com muitas pesquisas que surgem a cada dia, a liderança é um fator determinante para o sucesso de uma equipe. É através da liderança que as coisas acontecem de fato, pois diante das mudanças velozes que as empresas enfrentam, as equipes de trabalho precisam de direção, por isso é importante a existência de líderes competentes para indicar os rumos certos.

No entanto, ainda é muito comum encontrar profissionais que ocupam cargos de liderança, mas que não desempenham um bom papel como líderes. São, no máximo, bons gerentes.

Existem três tipos de profissionais que ocupam cargos de liderança: os “desagregadores”; os “agregadores” e os que “não fedem e não cheiram”.

Os “desagregadores” são aqueles chefes que, para garantirem seu espaço, precisam tirar algo, ou seja, pesam o ambiente. Ao invés de contribuírem para um bom clima de trabalho, acabam desmotivando a equipe pelas suas atitudes. São aqueles gerentes “do contra”, que demonstram resistências e não aceitam a opinião de ninguém. Estão sempre demonstrando arrogância e diante de pequenos problemas se descontrolam facilmente, gerando um clima de desconforto no trabalho. É muito fácil perceber um “desagregador”, pois vivem reclamando e puxando os outros “pra baixo”. Os desagregadores fazem parte do time dos chefes autoritários e individualistas.

Os agregadores são aqueles líderes que toda empresa necessita para criar um ambiente favorável para a conquista de resultados sustentáveis. São os profissionais que acrescentam algo positivo e contribuem de forma significativa para o bom clima de trabalho. Eles são mais flexíveis, possuem mais facilidade de se relacionar com as pessoas e tem visão para liderar.

img

Os agregadores são profissionais que somam ideias e estímulos que nutrem a relação com a equipe, contribuindo para o crescimento de todos. Por esse motivo são chamados de agregadores.

O terceiro grupo de profissionais que ocupam cargos de liderança são aqueles que não agregam, mas também não desagregam. São profissionais do tipo “padrão”, cumprem horários, fazem suas atividades, mas não acrescentam algo a mais. Ele não motiva, mas também não desmotiva a equipe. Por esse motivo são chamados de “não cheiram e não fedem”.

Para uma empresa se destacar diante desse mundo altamente competitivo se torna necessário a cada dia contar com verdadeiros líderes agregadores, algo que não é muito fácil de conseguir no mercado. Uma liderança agregadora é altamente motivacional, pois foca no desenvolvimento das potencialidades de sua equipe. Se você pretende se destacar como líder, seguem a seguir algumas dicas para desenvolver uma liderança agregadora:

– Valorize os esforços e identifique o que inspira cada colaborador de sua equipe, e com isso, crie um ambiente motivacional para o trabalho;

– Escute as opiniões antes de qualquer julgamento;

– Foque as soluções e estimule todos a visualizarem possibilidades ao invés de olhar somente para o problema;

– Esteja sempre de bom humor e pronto para apoiar, orientar e dar feedback quando necessário;

– Se coloque no lugar do colaborador, deixe o egoísmo de lado;

– Sempre procure a melhor forma de comunicação para se relacionar de forma construtiva.

– Trabalhe para ajudar seus liderados a acreditarem neles mesmos. Jamais deixe que um liderado trabalhe desacreditado ou inseguro, pois é sua função fazer com que cada membro da equipe confie que pode dar o melhor de si.

– Não se conforme com limites pré-estabelecidos. Chega de aceitar trabalhos mal feitos, “gambiarras”, desculpas ou tarefas incompletas. Pergunte para os seus liderados: “o que podemos fazer para nos superarmos”?

– Ensine a fazer bem feito. Ensine o colaborador a praticar as atividades de uma forma que os resultados sejam superiores àquele esperado. Se você ensina a fazer bem feito, não precisará ficar repetindo ou cobrando várias vezes o colaborador.

– Permita espaço para o crescimento. Dê aos liderados um espaço suficiente para se desenvolverem. Os verdadeiros lideres permitem que as pessoas possam inovar e assumir riscos, sempre acompanhando para que consigam obter êxito nas tarefas.

 

Verifique se a sua equipe está alcançando bons resultados. Se não estiver, saiba que é preciso repensar sua forma de liderar. Seja um líder agregador e ajude a sua equipe a ter sucesso, pois sucesso do líder é o sucesso dos liderados.

 

Fonte: http://www.cersimachado.com.br/ e Blog da PlanAutomação

Escrever uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE