Com produção local e oferta de serviços de suporte na instalação localizada em Jundiaí (SP), a Datalogic espera crescer dois dígitos nos próximos anos

 

A Datalogic, especializada em captura de dados e automação industrial, inaugurou no dia 23 de julho de 2014 sua operação de produção local, com instalação de sua primeira fábrica na América Latina, localizada em Jundiaí (SP). Fruto do investimento inicial de US$ 2 milhões, que também incluiu a expansão de seu escritório localizado na capital paulista, o projeto faz parte dos planos de crescimento da fabricante de leitores e sensores de códigos de barras para os principais mercados emergentes, que além do Brasil contempla países como China, Índia e Turquia, Rússia.

Com instalação da fábrica, a Datalogic oferecer também serviço de suporte, anteriormente realizado por meio de parcerias. “Esperamos crescer dois dígitos nos próximos 3 a 5 anos, agora que temos a manufatura local de produtos, oferta de serviços, capacidade de expandir nossos canais e nossa logística”, projeta David Suarez, vice-presidente de vendas para Américas. “Acreditamos que e agora vamos ter a presença certa num mercado de grande potencial e esperamos ser o maior player em 5 anos”, afirma.

Dessa maneira, a expectativa é manter e reforçar a atuação nos principais mercados varejistas e ganhar força em outros mercados, como manufatura, transporte e logística e saúde. “Estamos presentes em 19 de 20 das principais redes varejistas brasileiras e, com a operação de fábrica e apoio dos produtos que estamos trazendo, pretendemos entrar nessas novas verticais e também chegar nos pequenos e médios varejistas através de preços mais competitivos”, acrescenta.

Etapas e Produtos

Inicialmente, serão produzidos quatro produtos de diferentes linhas em Jundiaí: dois leitores de código de barra de mão, um leitor fixo e um coletor de dados. Um desses leitores traz um preço de entrada, focado no atendimento de pequeno varejistas, através do qual a empresa planeja ganhar escala e competitividade. “Além disso, com o leitor 2D, pretendemos atender não só o pequeno e médio varejo, mas vemos oportunidades como no setor de saúde a partir da regulamentação da Anvisa para controle de medicamentos”, destaca o gerente geral para o Brasil, Fábio Lopez.

Além desse portfólio, a empresa espera ganhar novos clientes com a oferta de produtos importados, graças aos serviços de suporte técnico. Uma das apostas é o Jade, sistema de leitura automática de produtos por tecnologia de imagem que consegue escanear de 60 a 100 produtos por minutos, e já está sendo apresentada a alguns clientes. A expectativa é de fechar novos negócios já nos próximos seis meses, comenta o vice-presidente David Suarez.

As vendas no país são feitas integralmente através de canais parceiros, incluindo grandes integradores, distribuidores e revendedores, o que vai será mantido. Contudo, a empresa lança em outubro seu novo programa de canais, anunciado globalmente em agosto, por meio do qual pretende expandir sua rede de parcerias.

“No ano passado, o varejo completou uma década de crescimento consecutivo no Brasil. Este ano, apesar de previsões de economia e PIB não serem altas, o setor de varejo de alimentos apresenta um crescimento acima de 5%, o que mostra um mercado interno robusto”, enfatiza Fábio Lopez. “Nossa atuação dentro do varejo está na cadeia de produtividade, desde de levar agilidade no check-out e permitir a redução de filas, gestão de produtos e logística e esperamos manter nossa atuação com os scanners no varejo e aumentar nossa presença com o portfólio produzido internamente”, conclui.

 

Fonte: IT Forum 365 (http://www.itforum365.com.br/noticias/detalhe/113502/datalogic-investe-us-2-milhoes-em-inauguracao-de-fabrica-no-brasil-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *